sábado, janeiro 10, 2009

Da ansiedade

Vocês já perceberam que cada vez mais os anos tornam-se muito curtos? É sempre assim. O segundo semestre então nem se fala. Quando percebe já está em outubro. Pisca o olho e é começo de dezembro. Pois é. Na verdade o mundo continua com o mesmo tempo. O problema é a ansiedade. Mas da onde vem essa ansiedade?
A maldita ansiedade vem de vários lugares. Se você está trabalhando, você torce para chegar logo sexta-feira. Ae você pode ir curtir o final de semana. Ou seja os outros dias você praticamente nem vive. Final do ano. Chega novembro e você já está preocupado(pré-ocupado?) com o natal e o ano novo. Quer que chegue logo. Não quer viver novembro. Outro fator que colabora muito para que essa ansiedade seja acentuada é, adivinhem só! Adivinhem? ADIVINHARAM? A internet! O fato de tudo ser na hora fez as pessoas perderem a paciência com coisas que demoram. Msn, você conversa com aquela pessoa lá na casa do inferno e já deixa tudo preparado. Scraps, emails, sites, chats. Tudo. O que era para ser uma tecnologia assistente se tornou um motivo de impaciência com a vida real. Não tenho nada contra a internet (só contra o orkut). Só acho que poderia ser melhor separado. Por ser um ponto bom, não é necessário que as pessoas comecem a desmerecer de se viver as coisas de uma forma mais normal e menos acelerada.Afinal todos os dias podem ser muito divertidos. Só saber aproveitar e não ficar com o pensamento que tudo podia ser mais rápido mais divertido ou mais qualquer outra coisa. Não deixar a ansiedade e a impaciência, gerados principalmente pela velocidade de aquisição de informações da tecnologia, afetar o modo de vida real, de que algumas coisas levam mais tempo e portanto são mais elaboradas e com um grau de aproveitamento muito maior do que se pode imaginar.
Saudações!

8 comentários:

Mara Vanessa disse...

Passos lentos, pensados e bem aproveitados.

--

Se pra tudo existe um culpado (teoricamente), vamos execrar a Revolução Industrial. rs. :)

--

Beijo, Ivan!

van delgado disse...

Não quis mostrar que é ruim. Quis mostrar o ponto ruim pra poder viver melhor o ponto bom! ;)

wendell penedo disse...

Po, a gente ainda vive, eu tenho medo é das gerações que vêm por ae.

van delgado disse...

Sim até a Coca se preocupa com as gerações futuras.

larissa disse...

Seu blog me deu um alívio incrível.

Eu estava no auge do envolvimento com o Orkut, aconteceram tantas cagadas por lá que acabei prejudicada pela péssima interpretação de várias pessoas n vezes mais viciadas do que eu. Ganhei até um brogue em minha homenagem, junto com outras pessoas que estavam envolvidas na história.

E pasme: meu horóscopo me alertou que eu me envolviria com fofocas nesse meio tempo AHAHAHAHAHAHA e eu falei "nah nada a ver, horoscopo is a lie".

Pois é.

Um dia esse vício vai passar.

nane disse...

Mara, tá louca? viva a revolução!
kkkkk

Roberto disse...

"Os homens...

Perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem o dinheiro para recuperar a saúde.

E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro.

Vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido."

बुद्ध

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e