quinta-feira, dezembro 11, 2008

Do Orkut

A minha grande bronca com a internet é a seguinte: as pessoas vivem aquilo de uma forma mas intensa que sua própria vida de "carne e osso". Um grande exemplo disso são as pessoas viciadas em orkut. Uma pessoa dessas chega em casa, liga o computador, liga a internet e digita na barrinha de endereços http://www.orkut.com.br/. Nada de checar emails, ver se podem ajudar alguém em santa catarina, ler sobre algo e não alguém, enfim nada que realmente os faça crescer e conversar sobre algo que no futuro pode ajudar sua vida profissional e social ou mesmo espiritual. Eu digo sobre ler algo e não alguém usando como referencia para "alguém", pessoas que você não conhece mas que usam suas imagem de angulos completamente absurdos e argumentos insustentáveis de suas personalidades. Para que você precisa saber que aquele cara tem um pré conceito com você ao ler uma comunidade "eu gosto só de morena" e você é uma loira. Você simplesmente entra derrotado em uma provável tentativa de conquista. Outro grande problema que as pessoas não sabem administrar são,os relacionamentos via orkut, e sabe por que? Por que ninguém sabe administra-los de forma perfeita nem mesmo na vida real, agora imagine você num simulacro onde ninguém "esconde nada de ninguém" e vendo palavras que podem ser interpretadas da forma que quiser e 95% das vezes pelo menos, é interpretada da pior forma possível. Não, o orkut não serve para você se corresponder com seu primo em Rondonia, pois um dialogo do nivel: "Iai como estão as coisas?", "Bem, iai?", "Bem também" não quer dizer nada. Isso não é um relacionamento é uma tentativa de preenchimento de buracos que você tem, de querer parecer mais popular ou conversar com uma rede maior de amigos, mesmo que esse amigo more em Rondonia. Pessoas que você quer manter contato, você guarda o telefone, envia emails, enfim vai atrás de se comunicar com seus amigos.
Infelizmente as pessoas usam de argumentos que nem elas mesmas acreditam mas que servem para dizer que o orkut é útil. Obviamente que toda essa opinião aqui redigida é aplicada unicamente as pessoas que são viciadas no tal orkut.

9 comentários:

Roberto disse...

Ah, para vai! A Rondônia nem existe!

Renato disse...

É UM BELÍSSIMO TEXTO EIN!!!

obs 1: o que é um simulacro cara!!

obs 2: quisito acentuação, NOTAAA: ZEEERO!!!

van delgado disse...

HAHAHA fdp

Obs1: é uma simulação
Obs2: o certo é quesito!

Sir. Alvarez disse...

1: Gostei do texto.
2: Odeio orkut.
3: em Rondônia e não na rondonia.
4: Nem... com dupli.. - Nem... com duplic...

Kkkkk
Flowz!!!

Mara Vanessa :) disse...

Caralho, I don't believe!

*soltando um grito afeminado. rs.

Vanzão de blog. Hahahahahaha! :)

Show de bola! :) Quando a minha sanidade voltar, comento alguma coisa dentro do que você escreveu. ;)

(:

Pumbaa disse...

Iai kra... nossa vey, se eu nao te conhecesse ha tanto tempo eu realmente acreditaria q essa sempre foi sua forma de pensar sobre orkut, mas como todos sabemos essa nem sempre foi sua forma de pensar. vc era uma pessoa viciada em orkut soh que vc passou a odiar por motivos desconhecidos e entao deletou seu profile e agora dedica parte da sua vida a criticar (ou tentar "abrir os olhos") as pessoas que passam boa parte do seu tempo "vivendo" no orkut. mas sua posição parece um pouco ditatorial cara, por causa de algo que aconteceu vc nao pode "declarar guerra" contra o orkut ou contra as pessoas que utilizam essa "ferramenta".
eu tambem acho que o orkut nao eh uma coisa 100% benefica, mas as vezes é engraçado e ate interessante como por exemplo encontrar uma comunidade de humor ou entao atraves de uma comunidade de "alunos da 6º serie do colegio X" vc reencontrar um amigo seu q vc nao via ha muito tempo... sobre os recados mal interpretados nao há como evita-los, vc nao pode eskecer que todas as pessoas teem suas proprias vidas e seus propsios amigos, vc pode argumentar dizendo que um minimo de respeito entre as pessoas deve existir, mas nem todos pensam como nós.

bom... fica ae meu comentario... nao estou defendendo orkut nem as pessoas viciadas nele, estou apenas tentando ser imparcial e criticando sua parcialidade com respeito ao orkut.

eh claro que por ser um blog (algo pessoal) vc tem o direito de expressar sua opinião... e eu tenho direito de comentar mostrando minha opinião... sempre com muito respeito.

eh isso ae bro...
abs...

PS: apesar de tudo o seu texto fiko mto bom kra... mto mesmo...

Diego Henrique disse...

Quem diria que o Ivanzinho iria chegar a essa linha de pensamento tão madura!
É isso aê cara, eu concordo com você em gênero, número e grau. Já deletei o meu perfil, refiz apenas com a intenção de manter um contato mais direto com amigos que a vida adulta afastou e também com a intenção de pesquisar porque o orkut é muito bom nesse quesito. Você pode encontrar facilmente um site com todos os episódios daquela série antiga ou um bando de doidos que joga Guitar Hero e sabe os segredos pra tocar "Free Bird" no Expert. Esse é um lado do orkut que é sempre bom ressaltar, uma ferramenta de pesquisa muito mais objetiva que o google e o yahoo e já que é feita por pessoas e não catalogaa por um código binário qualquer possui maior relevância.
No mas concordo com você, o orkut tem se tornado uma guerra entre "mals amados" da vida real pra saber quem recebe mais scraps ou quem tem as fotos comentadas ou quem é que tem mais amigos, independente de metade dos amigos serem pessoas que você visitou o perfil apenas uma vez e que mora na extinta Atlantida, se te add você conta.
Além do que o orkut é uma utopia onde todas as pessoas são perfeitas e todos os gostos e dissonâncias passam desapercebidos. Gostari que o carisma e o respeito ao próximo que impera na rede também fosse refletido na vida real, talvez se os grandes líderes tivessem um perfil no orkut com várias fotos e buddypokes o mundo seria um lugar melhor e o Oriente Médio apenas "pokeasse" os EUA ao invés de ambos levarem fome, morte e guerra para tantos inocentes!

Thiagão disse...

É irmãozão, acredito na importância pra vc de expor a indignação deve até ter motivado deletar o primeiro profile, entendo pois fizemos na mesma época, rs. Os textos me fizeram também pensar nesses pôrques, por isso vou tentar expor algo...
Nossa geração cresceu com comp. e net, chego ficar até emocionado com tamanha criatividade do homem, puta ferramenta multiuso... é um adianto montruoso q se encaixa perfeitamente em diversas tarefas, situações profissionais, sociais e tudo que tá no gibi, e q cansamos de usufruir.
A questão evidente é: quando e onde o convencional pode ser substituído. Assim como é besteira pessoas que moram consideravelmente perto passsarem horas no telefone, é superficial também fazer com que outro meio de comunicação coloque mais distância nos relaciomentos...
Ex:
-agente c fala
-sim
-passa orkut, tel, msn...
(porra... pra que orkut? ninguem tem perfil, ou sei lá,nem é relevante, isso é coisa profissional..rs, amigos em comum são legais de descobrir quando encontro com a galera na mesa de um buteco...)
Considero a melhor parte de ter a diferenças e semelhanças com pessoas quando descubro ou deparo-me, é como se esses detalhes não dissesem nada e no momento dizem tudo...
Se entender e concordar também com isso verá por lógica que nesse ambiente não há porque relacionar comunidades com amizades....
Sei q soa como revolta tecnologica, mas sou dependente da internet e defendo, informação aqui é encontrada se existir e tem gente querendo dizer muito também. Ultilizo às vezes um profile em branco pra fazer pesquisas no orkut e sou consciente da reciprocidade postando algo pra compartilhar o q aprendo como nos fóruns. pra isso é ótimo, mas estagnou-se pra ser regular como "site de relacionamentos"!
Algum pensador locão já afirmava que a tecnologia evolui mais rápidamente que o pensamento humano. Hoje acredito que a nossa reação sobre é banalizar o útil.
Abraço vey.

Adriana Gehlen disse...

er ... é isso.
a primeira coisa que eu faço é ler meu blog e ver se tenho algum recado no orkut. mas só pra ver mesmo, pq nunca tem nada, pq nunca mando nada.
pelo menos nos utlimos tempos.

ontem deletei tudo que tinha lá, menos o orkut em si, aha.
não vou deletar, as vezes precisa. mas claro, foge de toda a realidade, confesso.